• Blog
  • by
  • 21 de fevereiro de 2018
  • 1
  • 0

O biótipo comum da mulher brasileira é, naturalmente, aquele corpo de cintura mais fina e quadris mais largos. Independente do peso, a maioria apresenta esse desenho corporal, o que é considerado atraente e bastante charmoso. Além de diversas vantagens estéticas, o modelo “violão” acaba apresentando uma chance maior de desenvolver o culote, caso a mulher não esteja atenta com sua alimentação e estilo de vida.

Para explicar mais detalhadamente, o culote é aquela gordura que se acumula na região dos quadris e das coxas. Em algumas mulheres ele se torna mais visível quando o peso é maior. Esse detalhe é, inclusive, uma pequena confusão que existem. Mulheres magras também desenvolvem culotes, só que na maioria dos casos ele é menor.

É muito difícil perder o culote se você manteve uma vida inteira de dieta irregular, rica em alimentos gordurosos. É preciso reeducar-se severamente e manter-se ativa em exercícios físicos mais intensos.

É quando essa realidade se apresenta que algumas mulheres desistem de trazer mais harmonia para seu corpo. Contudo, se eu te contasse que dá para reparar e eliminar o culote com cirurgia, o que você acharia disso?

Como esse é um assunto que constantemente me perguntam em minhas redes sociais e no meu consultório, resolvi preparar um post para vocês falando sobre o tema. Quero mostrar que dá para ter o corpo completamente harmonioso e sem esse detalhe que, para muitas mulheres, é tão incômodo.

Confira o artigo abaixo.

O que você verá por aqui:

  • Tipos de Culote;
  • Qual o melhor procedimento para eliminar culotes;
  • Como funciona a lipoaspiração para culote;
  • Pós-operatório;
  • Riscos;
  • Resultados;
  • Conclusão.

Tipos de Culote

Antes de conhecer a técnica que elimina o culote, você precisa entender que existem tipos diferentes e reconhecê-los faz toda diferença para os resultados da sua cirurgia. Basicamente, são 4 tipos diferentes de culotes:

Culote Fibroso

O Culote fibroso é aquele de consistência mais dura. Essa rigidez do tecido acontece porque há um espessamento das fibras que estão localizadas na camada mais profunda da pele. Esse tipo de espessamento também é responsável por formar celulite num estágio avançado.

Culote menos fibroso

O Culote menos fibroso é aquele culote pequeno e mais macio. Ele geralmente acompanha o quadril da paciente e surge de uma forma bem suave. Esse tipo desenvolve celulites em seu estágio inicial.

Culote não-flácido

O Culote não-flácido também apresenta um tecido mais espesso e mais duro. Esse é o tipo de culote ideal para ser removido pela lipoescultura, que eu vou citar mais abaixo.

Culote flácido

O Culote flácido, como o nome já diz, possui um tecido mais mole. Ele também tem um formato grande e exagerado na maioria das vezes.

Sabendo os tipos de culotes acima, você consegue identificar o seu? Mesmo sendo possível essa identificação, procurar um médico antes de tomar a decisão sobre qual procedimento cirúrgico é o melhor, é sempre a opção mais segura.

Agora se você está aí se perguntando como os culotes surgem. A resposta vai depender de uma análise médica também. A razão é que cada pessoa pode desenvolver um tipo diferente de culote. Geralmente essa gordura localizada é causada por uma alimentação frequente rica em gordura, pela falta de exercícios físicos, mas também pode ter origem genética.

E se você percebeu que o seu corpo apresenta culote, eu quero te mostrar que é possível optar por um procedimento cirúrgico que eliminará o problema e trará de volta todo o delineado que seu corpo pode e precisa ter.

Qual o melhor procedimento para eliminar culotes

Provavelmente você chegou aqui querendo saber que procedimento é esse que vai trazer sua estética e bem-estar de voltar, certo?

Você provavelmente já ouviu muito acerca da lipoaspiração. Essa é uma das técnicas cirúrgicas mais procuradas por celebridades no mundo inteiro que desejam dar um upgrade nas curvas do corpo e reduzir o volume do tecido adiposo. Fato é que a lipoaspiração quando feita com responsabilidade e segurança, gera ótimos resultados para o corpo da paciente.

No caso de uma lipoaspiração para culotes, o procedimento reduzirá o tamanho dessa área lateral do seu corpo, deixando-a bem mais harmônica e natural. Vale lembrar que o quadril é uma curva natural do corpo da mulher brasileira, como citei mais acima. A lipoaspiração não eliminará esse detalhe. O que acontecerá é que toda a gordura em excesso que se acumulou nessa região – que é exatamente o que chamamos de culote – será retirada.

A cirurgia é bastante delicada e pede muitos cuidados médicos. Com a orientação e a dedicação correta, você com certeza terá ótimos resultados.

Como funciona a lipoaspiração para culote

O procedimento envolve uma cânula – que é um tubo de metal oco – que será inserida pelo seu tecido adiposo e aspirará o volume de gordura já pré-estabelecido pelo médico. Há também a possibilidade de utilizar um motor na cânula, fazendo com que ele vibre, com a função de “quebrar” as células de gordura e facilitar a retirada pelo aparelho.

O seu médico pode utilizar esse motor, como citei antes, um laser próprio ou um gerador de ultrassom. Cada um dos tipos ajuda na eliminação da gordura, mas promove efeitos diferentes. As vantagens e desvantagens de cada um deles devem ser discutidas entre médico e paciente nas consultas pré-operatórias.

Existe ainda a possibilidade de combinar mais de uma dessas técnicas para que o efeito seja o mais positivo possível.

O volume de gordura que é retirado varia de paciente para paciente e de procedimento para procedimento. Pode ser que o tipo de culote que existe em seu corpo não permita uma lipoaspiração mais volumosa, por exemplo.

A telemedicina já é uma realidade, agende sua consulta com o Dr. Adriano Medeiros!

Com o Dr. Adriano Medeiros, você é atendido por vídeo ao vivo e pode tirar dúvidas sobre atendimentos e fazer acompanhamentos! Esse atendimento acontece na nossa plataforma exclusiva, um consultório virtual que você acessa pelo seu celular ou computador.

A telemedicina oferece uma gama de benefícios, dentre eles podemos citar:

  • Encurtar a distância;
  • Economizar tempo;
  • Rapidez;
  • Economia;
  • Acessibilidade;
  • Exclusividade.

Pós-operatório

O pós-operatório requer muito repouso. Nos primeiros dias haverá um certo inchaço e hematomas na região operada, mas eles diminuirão ao longo do primeiro mês. Não é permitido que você faça movimentos bruscos ou levante qualquer tipo de peso em média e grande escala.

Manter uma alimentação saudável e, assim que for liberada, iniciar atividades físicas regulares ajuda também no resultado da sua cirurgia. O ideal é que você, logo que seu cirurgião plástico autoriza, busque orientação com um nutricionista de sua confiança. Isso evita que o culote retorne e você perca o efeito desejado da lipoaspiração.

Riscos

Como toda cirurgia invasiva, a lipoaspiração para culotes apresenta riscos. Você pode desenvolver inchaços mais prolongados, as dores podem ser intensas e a má higiene ainda promoverá infecções mais sérias.

Eu gosto sempre de reforçar a ideia que é preciso ter atenção na hora de escolher seu cirurgião plástico. Veja se ele é completamente capacitado para esse tipo de operação, conheça os históricos, saiba se toda a sala de cirurgia possui o aparato que você precisa para o momento e se a equipe médica está completa.

Ao voltar para casa, siga todas as recomendações em relação a descanso e limpeza de curativos. Além de evitar dores, você tem uma recuperação mais saudável e rápida.

Resultados

As mudanças começam a ser percebidas já após o primeiro mês, mas o corpo pode levar até 1 ano para apresentar aqueles resultados definitivos. Durante todo o período pós-operatório, você precisará seguir uma dieta balanceada, para que o volume de gordura não retorne para seu corpo.

Conclusão

Não há muito segredo para a lipoaspiração no caso de culote. O tratamento varia muito de paciente para paciente, pois é importante e necessário analisar o corpo e o tipo de tecido que se formou nas suas laterais.

Observe se o seu médico possui o conhecimento necessário – assim como eu citei mais acima -, tire todas as suas dúvidas e veja se o resultado proposto é, de fato o que você precisa. Do contrário, peça indicação de outros procedimentos que possam trazer a beleza que você deseja para seu corpo.

O que você achou da lipoaspiração para eliminar os culotes? Ficou alguma dúvida a respeito desse assunto? Deixe seu comentário aqui embaixo que eu responderei todos!

Quero também te convidar a ver um vídeo bastante especial que publiquei essa semana em meu canal do Youtube. No Café com Cirurgia Plástica falei sobre culotes e dei dicas bem especiais para você.

[:]

Adicionar comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

pt_BRPortuguese