• Blog
  • by Adriano Medeiros
  • 7 de junho de 2016
  • 71
  • 0

Na era da igualdade de gênero, os homens não poderiam ficar atrás nos quesitos beleza e qualidade de vida. Cada vez mais interessados em melhorar as condições físicas e a saúde do corpo, da pele e dos cabelos, os homens já aderiram à técnicas cirúrgicas como Lipoaspiração, Implante Capilar, Ginecomastia, Otoplastia e Rinoplastia (segunda cirurgia mais procurada pelos homens). Para se ter uma ideia, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica estima que entre 2009 e 2014 o número de homens que se submetem a cirurgias plásticas estéticas quadruplicou, passando de 72 mil para 276 mil ao ano, alcançando um índice extraordinário de uma cirurgia a cada dois minutos.

 

Leia as dez cirurgias plásticas mais procuradas pelos homens

 

Mito 1: Cirurgia plástica é só para mulheres

 

Já está mais do que comprovado que as cirurgias plásticas não são apenas um privilégio das mulheres. Segundo dados históricos as cirurgias plásticas realizadas em homens ficaram amplamente conhecidas durante a Segunda Guerra Mundial, quando um cirurgião plástico da Nova Zelândia (pioneiro da cirurgia plástica) desenvolveu diversas técnicas que ainda são usadas atualmente para tratar queimaduras severas. Hoje os homens procuram técnicas cirúrgicas principalmente porque se preocupam em ter uma boa aparência no trabalho, ou quando vão a uma entrevista de emprego. Outras razões são: o fato de que as mulheres estão cada vez mais exigentes com a aparência masculina e pela diminuição do preconceito.

 

Mito 2: A cirurgia plástica vai deixar o homem com aparência feminina

 

Existem particularidades do corpo masculino que demandam determinadas intervenções cirúrgicas como a Síndrome de Poland*, correção de mamas (Ginecomastia), calvícies, etc. Quando falamos em cirurgias plásticas como facelift, lipoaspiração e a rinoplastia, alguns homens ainda têm receio de que o procedimento possa “afeminar” o rosto, o que é um mito, já que o cirurgião não irá modificar as características masculinas do paciente, mas apenas corrigir uma insatisfação estética.

 

*Deformidade rara que afeta a região torácica e é caracterizada pelo subdesenvolvimento ou ausência do músculo peitoral maior de um lado do corpo.

Imagem1

Reprodução/Alex Argozino/Editoria de Arte/Folhapress    

 

A telemedicina já é uma realidade, agende sua consulta com o Dr. Adriano Medeiros!

Com o Dr. Adriano Medeiros, você é atendido por vídeo ao vivo e pode tirar dúvidas sobre atendimentos e fazer acompanhamentos! Esse atendimento acontece na nossa plataforma exclusiva, um consultório virtual que você acessa pelo seu celular ou computador.

A telemedicina oferece uma gama de benefícios, dentre eles podemos citar:

  • Encurtar a distância;
  • Economizar tempo;
  • Rapidez;
  • Economia;
  • Acessibilidade;
  • Exclusividade.

Mito 3: Os homens sentem mais dores que as mulheres

 

Uma pesquisa realizada com mais de 4 mil pacientes nos Estados Unidos por médicos anestesistas mostra que mulheres tendem a precisar de quantidades maiores de analgésicos como a morfina que os homens. Outro estudo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) sugere que a mulher tem maior susceptibilidade a dor, além de senti-la com maior intensidade em alguns casos, por conta de sua variação hormonal.

 

Mito 4: As cicatrizes dos homens são as mesmas que as das mulheres

 

Verdade. É claro que a cicatrização varia de pessoa para pessoa, mas em geral, se realizada por um cirurgião plástico experiente e preciso, não deve haver cicatrizes aparentes no longo prazo. No caso dos homens, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica diz que, a pele do rosto masculino tem um suprimento mais rico de sangue que a pele do rosto feminino e por isso sangram mais durante a cirurgia, daí a necessidade de contar com toda a segurança e amparo hospitalar, além de um cirurgião habilidoso. O crescimento do cabelo e da barba desempenham papel fundamental no resultado.

 

Lembre-se: Procure um médico experimente e com boas recomendações antes de fazer qualquer cirurgia plástica. Existem muitos casos de pacientes insatisfeitos com o resultado de suas cirurgias porque não foram atendidas por um bom médico. Essa é uma ótima oportunidade para você entrar em contato conosco!

 

 

[:]

Adicionar comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

pt_BRPortuguese