• Blog
  • by Adriano Medeiros
  • 27 de dezembro de 2017
  • 255
  • 0

Você sabe como acontece o envelhecimento da pele da sua face? Ninguém escapa desse processo, mas pode utilizar de métodos para retardá-lo o máximo possível. Outro conhecimento de muita importância é saber que um rosto com muita flacidez, rugas e manchas também pode ser consequência de algumas faltas de cuidados.

Sabemos o quanto podemos corrigir aqui ou ali, mas a pele tem um limite. Conhecer como o nosso tecido envelhece não só nos ajuda a perceber esse limite como também prevenir o desgaste natural o máximo possível. É exatamente desse processo que quero conversar com vocês neste post.

Contarei as escalas do envelhecimento facial, as suas causas e como fazer para cuidar e ter uma pele sempre bonita, viscosa e saudável.

 

O que você verá por aqui:

 

  • Tipos de envelhecimento facial;
  • O Envelhecimento Intrínseco;
  • O Envelhecimento Extrínseco;
  • Tipos de tratamento;
  • Conclusão.

Tipos de envelhecimento facial

Para que você entenda melhor o processo de envelhecimento facial, o dividi em duas escalas:

  • O envelhecimento intrínseco: é aquele que ocorre por fatores naturais ou hereditários;
  • O envelhecimento extrínseco: é aquele decorrente da exposição de uma pessoa a diversos fatores que desgastam o tecido.

 

Cada um dos tipos de envelhecimento acima difere-se também pelas suas consequências. Algumas acabam trazendo mais problemas de saúde do que outras. Por esse motivo, conhecê-las faz toda diferença na hora de optar pelo melhor tratamento.

Eu quero falar de cada um desses dois tipos separadamente para que você consiga entender melhor.

O Envelhecimento Intrínseco

É o que a medicina chama de envelhecimento cronológico, ou seja, aquele que acontece de forma gradativa, com o passar da idade. Esse tipo se dá devido as alterações celulares que ocorrem naturalmente com o passar dos anos. O envelhecimento intrínseco é inevitável, mas existem alguns fatores hereditários e biológicos que contribuem para que ele aconteça mais rapidamente.

A estrutura e as funções da sua pele passam a mudar. Há uma queda no metabolismo, um engrossamento das fibras de colágeno, há a perda da elasticidade das fibras elásticas, a redução do volume de água no seu organismo, entre alguns outros fatores determinantes. Cada uma dessas alterações faz com que a sua pele ganhe uma aparência de envelhecida ou até mesmo mais fraca.

Na mulher é possível perceber o envelhecimento intrínseco a partir dos quarenta anos. Contudo, a partir dos 20 anos já é um bom momento para quem deseja optar por tratamentos que vão retardar esse processo. Se a mulher quer iniciar um processo para melhorar o aspecto de sua pele, o indicado é esperar os primeiros traços surgirem para então decidir qual o melhor procedimento a ser adotado.

Principais causas do envelhecimento intrínseco

Entre as principais causas do envelhecimento intrínseco, posso destacar:

  • Causas hormonais: que se dão pela redução dos níveis de hormônios essenciais no corpo. Geralmente esse fator acontece pela menopausa, fazendo com que a pele também seja atingida. O corpo passa a reter menos água pelas suas células, o seu metabolismo é desacelerado, o colágeno não realiza a síntese no mesmo nível, etc. É quando começam a surgir as rugas e outros traços. Você deve perceber que, a medida que vamos envelhecendo, a nossa face vai ficando mais enrugada e delgada.
  • Causas genéticas: a genética é sim um fator determinante para que pessoas envelheçam mais rapidamente do que outras. A cor da pele, por exemplo, é uma dessas causas. Se você já ouviu aquelas histórias que pessoas com pele mais branca envelhecem mais rápido do que as que têm a pele morena, acredite, pois é verdade!

A telemedicina já é uma realidade, agende sua consulta com o Dr. Adriano Medeiros!

Com o Dr. Adriano Medeiros, você é atendido por vídeo ao vivo e pode tirar dúvidas sobre atendimentos e fazer acompanhamentos! Esse atendimento acontece na nossa plataforma exclusiva, um consultório virtual que você acessa pelo seu celular ou computador.

A telemedicina oferece uma gama de benefícios, dentre eles podemos citar:

  • Encurtar a distância;
  • Economizar tempo;
  • Rapidez;
  • Economia;
  • Acessibilidade;
  • Exclusividade.

O Envelhecimento Extrínseco

Esse é mais complexo. Como citei no início do post, ele é causado por fatores externos que, em ações contínuas, desgastam a sua pele e deixam marcas. Diferente do envelhecimento intrínseco, esse caso agride negativamente a qualidade da sua pele, podendo também desencadear problemas de saúde muito sérios. Justamente por agredir mais o tecido, pede uma atenção no combate e no tratamento.

Principais causas do envelhecimento extrínseco

Entre as causas do envelhecimento extrínseco que quero citar aqui estão:

  • Fotoenvelhecimento: que é basicamente a exposição ao sol em graus elevados. Se você vive em locais de clima muito ensolarado, as chances de ter uma pele mais enrugada, com sulcos, melanomas são bem maiores;
  • Tabagismo: quem fuma também causa um envelhecimento da pele mais rápido. A nicotina, presente nos cigarros, resulta em lesões fibras elásticas e na diminuição da síntese do colágeno. O resultado é uma pele bem mais espessa;
  • Nutricionais: as causas nutricionais envolvem a carência de vitaminas no organismo – causada principalmente por uma má alimentação -, a desidratação de pele – ocasionada pela baixa ingestão de água – e o excesso de álcool.

Tipos de tratamento

Agora se você está aí se perguntando como tratar o envelhecimento intrínseco e o extrínseco, entre as opções disponíveis há a cirurgia plástica ou procedimento não invasivos. Existem tratamentos específicos que podem trazer de volta uma pele mais bonita, com aparência de jovem e saudável.

Escolher o melhor procedimento para combater ou eliminar traços do envelhecimento facial é um processo que pede muita atenção. Uma boa conversa entre o médico e o paciente faz toda diferença. Podem existir casos onde uma equipe de dermatologista e cirurgião plástico precisarão trabalhar em conjunto para que os resultados sejam os mais positivos.

Então a minha primeira dica para esse momento é não ter pressa. Também não opte por aquele tratamento com efeitos mais rápidos. É muito melhor ter uma resposta duradoura e que não gere riscos.

As aplicações de Botox são, com certeza, as mais populares formas de tratamento do envelhecimento facial hoje. De fato, os resultados são muito positivos e a toxina corrige a maior parte dos casos.

Posso citar também o Peeling Químico, o Lift Facial, a Blefaroplastia, a aplicação de Ácido Hialurônico, entre outros tipos de tratamento.

É importante que você procure um médico de sua confiança para saber qual é o mais indicado para sua pele e o que vai gerar os melhores resultados no rejuvenescimento.

Conclusão

A medicina hoje oferece uma lista de ótimos métodos de harmonização e que melhoram a aparência da sua face. Eles são seguros e apresentam ótimos resultados quando aplicados de forma correta e indicada. Contudo, é preciso que você conheça bem as razões pelas quais a sua pele apresentou um envelhecimento natural ou precoce.

Cuidar da alimentação, ingerir bastante água, não ter vícios como cigarro e bebida também ajudam bastante. Saiba que nunca é tarde para começar a cuidar da sua saúde. A atenção e a prevenção para o envelhecimento facial não são apenas questões de estética. Você também está cuidado do seu corpo.

 

Agora conta para mim. Você já conhecia essas causas do envelhecimento facial? Conseguiu identificar aquelas que estão presentes no seu dia a dia? O que acha de começar a buscar o melhor tratamento para harmonização da pele?

 

Se ficou alguma dúvida você pode deixar seu comentário ou entrar em contato. Podemos conversar sobre o assunto!

 

Quero também convidar você para seguir minhas redes sociais, como o  Facebook, Instagram e Youtube para ficar por dentro de dicas sobre saúde e estética![:]

Adicionar comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

pt_BRPortuguese