• Blog
  • by
  • 12 de abril de 2017
  • 178
  • 0

Neste artigo você compreende as principais questões que envolvem uma cirurgia de mama redutora, explicando quando há ou não há a necessidade da inclusão da prótese de silicone.

Além disso, você também compreenderá quais os cuidados necessários, tipos de procedimentos indicados, incisões realizadas e outros assuntos que se referem ao procedimento.

O que eu sempre procuro orientar, como médico, é que todo caso dentro da cirurgia plástica é um acontecimento específico, devendo ser avaliado com bastante atenção e cuidado.

Além disso, deve existir uma comunicação sempre muito clara entre médico e paciente, onde o paciente expõe suas necessidades, e o médico, dentro de sua experiência, explica o que é possível de ser realizado.

 

Em que consiste a redução da mama (Mama Redutora)?

A redução de mama, ou mamoplastia redutora é um procedimento cirúrgico que remove o excesso de pele, gordura e tecido glandular para dar proporção adequada ao seio em relação às necessidades corporais e estéticas da paciente.

Antes de mais nada, é importante pensar quando é indicado o procedimento de redução mamária.

 

Para quem o procedimento de redução mamária é indicado?

Mama Desproporcional

Em muitos casos, o procedimento é indicado para pacientes em que a mama é considerada desproporcional a estrutura torácica da paciente, desenvolvendo incômodo não somente estético como também para a saúde – quando as dores de coluna passam a ser constantes.

Perda de Peso

Muitas pacientes que passaram por perdas consideráveis de peso, inclusive, apresentam grande flacidez nas mamas, gerando incômodo estético. Essas pacientes, após passarem por uma avaliação médica, podem se submeter a cirurgia para remover os excessos de pele, remodelando a mama dentro dos novos padrões corporais.

Os casos apresentados acima são bem comuns para cirurgia de redução mamária. Alguns, no entanto, nem sempre apresentam a necessidade da inclusão de prótese de silicone para o resultado final.

 

Mas afinal… A colocação da prótese de silicone é realmente necessária?

É importante dizer que a inclusão de prótese de silicone é possível de ser realizada, mas não é pra todo mundo!

Nem sempre a inclusão é necessária, visto que estamos trabalhando com o que chamamos de forças opostas: retiramos tecido mamário e em contraposição colocamos uma prótese de silicone.

Antes de qualquer decisão, o cirurgião deverá verificar a “qualidade da sua mama”, ou seja, se ela se apresenta como uma mama glandular, ou como uma mama gordurosa.


Mama Glandular

Caso sua mama seja avaliada como mama glandular, aquela mais durinha, não há necessidade da inclusão da prótese. O cirurgião pode reestruturar novamente a mama, sem que haja a necessidade do silicone durante o procedimento.

Mama Gordurosa

Caso sua mama seja avaliada como mama gordurosa, aquela em que a flacidez é observada, pode ser indicado o uso de uma prótese para dar firmeza. Ou seja, trocar um tecido amolecido por um tecido mais firme, no caso do silicone.

Mamoplastia Redutora com protese


Mas fique atenta: caso a paciente não precise da inclusão da prótese, existe possibilidade de flacidez!

A mama para a paciente que possui um seio maior já apresenta certa flacidez, e pode acontecer de, após a cirurgia, a pele ceder mais rápido. Esse caso, por exemplo, pode ser um dos grandes responsáveis por comprometer a satisfação da paciente. Por isso, o médico orienta o uso da prótese.

A telemedicina já é uma realidade, agende sua consulta com o Dr. Adriano Medeiros!

Com o Dr. Adriano Medeiros, você é atendido por vídeo ao vivo e pode tirar dúvidas sobre atendimentos e fazer acompanhamentos! Esse atendimento acontece na nossa plataforma exclusiva, um consultório virtual que você acessa pelo seu celular ou computador.

A telemedicina oferece uma gama de benefícios, dentre eles podemos citar:

  • Encurtar a distância;
  • Economizar tempo;
  • Rapidez;
  • Economia;
  • Acessibilidade;
  • Exclusividade.

Qual o tamanho ideal para procedimentos com inclusão de prótese?

Em situações em que a prótese é necessária, uma dúvida muito presente é com relação ao tamanho.

É importante que a paciente compreenda que esse é um procedimento de redução, e o silicone entra como suporte para evitar uma flacidez indesejada.

A prótese é indicada para dar forma e estrutura, desenvolvendo um colo mais bonito e com a sustentação necessária. Normalmente, após avaliação médica, o cirurgião indica o tamanho mais adequado para harmonizar o resultado.

Uma cirurgia de redução (a redução mamária), onde é feita a retirada de excessos de pele, difere da mamoplastia de aumento no que se refere a incisão.

A prótese mamária (mamoplastia de aumento) é famosa e admirada por muitas mulheres e se tornou um dos símbolos da sexualidade feminina, caso esteja pensando em realizar o procedimento, procure um médico especialista que possa aconselhá-la corretamente.

 

Como funciona o procedimento?

A redução mamária (Mama Redutora) consiste na retirada do excesso de pele, tecido glandular e gordura presente no seio da paciente. O tipo de corte realizado é diferente do realizado em uma cirurgia de colocação de prótese de silicone, por exemplo, pela complexidade do caso, que demanda cuidados especiais.

 

Incisão

Na hora de decidir sobre a cirurgia, a cicatriz é um dos grandes receios para realização do procedimento.

Em casos de remodelação mamária, costumo dizer que o preço que se paga é uma cicatriz. Ela, no entanto, possui um formato que chamamos de “T” invertido, onde os braços do “T” ficam ao entorno do sulco mamário, sendo mais visível o risquinho da coluna do seio.

Além disso, você também terá uma leve cicatriz ao redor das aréolas – que serão modificadas para dar simetria ao tamanho do seio. Como mostra a figura abaixo:

Técnica de incisão colocação de prótese com Mama Redutora

 

Pós-Operatório

O processo de pós-operatório está diretamente ligado ao resultado final da cirurgia.

É importante ressaltar, que uma cicatriz mais discreta depende também, da cicatrização da paciente e seu cuidado neste período que chamamos de pós-operatório, onde a paciente deve seguir orientações médicas fundamentais.

Costumo dizer que para resultados sempre mais satisfatórios, o trabalho da paciente é tão importante quanto o da equipe cirúrgica. É de suma importância respeitar os períodos
indicados para cada atividade liberada pelo seu médico.

Por ser um processo um pouco mais lento, a paciente estará limitada a alguns movimentos com os braços.

 

Além de todo cuidado necessário, controlar a ansiedade é essencial! Em um período de até 3 meses, a paciente costuma ver muitas modificações no resultado da cirurgia.

É muito comum, por exemplo, que em um determinado dia a paciente perceba uma mama mais inchada do que a outra e no outro dia perceba a mama de uma maneira diferente.

Esse período é o tempo ideal para o edema ceder e a mama simetrizar o máximo possível. Podendo apresentar um resultado final dentro de um período de 6 meses.

A cicatriz, no entanto, passa por modificações até um ano após a cirurgia. Sendo possível, nesse período, realizar quaisquer tratamentos para minimizar sua aparência.

 

Quais são os tratamentos para minimizar a cicatriz?

Não existem milagres na cirurgia plástica. Por isso, a paciente precisa ter em mente que ela opta por uma modificação mamária em que o seio é grande, apresenta flacidez e certo incômodo, por uma mama firme, com uma nova estrutura, mas, com uma cicatriz.

Ainda sim, a cicatriz depende muito do processo de recuperação de uma mama redutora.


Fita Compressora

Durante o período de recuperação, é muito comum que o cirurgião indique o uso de fitas compressoras concomitante ao uso de uma pomada para minimizar o aspecto da sua cicatriz. Essa fita, terá um período de tempo estipulado a ser utilizada.

Laser

Depois do seu período de recuperação, seu médico poderá indicar a necessidade do tratamento com laser.

Esse tratamento consiste em reduzir consideravelmente o aspecto final da sua cicatriz. Porém, esse tratamento só poderá ser realizado, caso o cirurgião perceba que há necessidade e faça sua indicação.

 

Conclusão

O mais importante em qualquer procedimento cirúrgico é a sua satisfação e confiança com o resultado final.

Lembre-se que se submeter a qualquer cirurgia deve ser uma escolha consciente e que deve ser feita para agradar principalmente a você e suas necessidades. Não fique preocupada em estar dentro de padrões estéticos.

A cirurgia plástica é a remodelação do seu corpo e a transformação da sua
autoestima.

Quer saber mais sobre os cuidados que você deve ter antes de realizar a sua cirurgia? Separei um artigo especial da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, que explica tudo isso e muito mais sobre a Redução de Mama.

Além do Blog, em minhas redes sociais como: Facebook, Instagram e Youtube, eu trago conteúdos sobre o mundo da cirurgia plástica, tirando todas as dúvidas mais apresentadas por vocês.

E se você quiser ficar por dentro de tudo, preparei uma Lista Premium, onde envio sempre resumos muito importantes, artigos em primeira mão, além de E-Books completos para não restar nenhuma dúvida. Inscreva-se, clicando aqui.[:]

Adicionar comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

pt_BRPortuguese