• 32
  • 0

A gestação é um momento muito especial para a família, especialmente para a futura mamãe. Ela carrega seu filho no ventre e o alimenta, nutre e faz com que ele cresça forte e saudável para trazê-lo ao mundo. É tanto um milagre da natureza quanto uma tarefa que exige sacrifícios e esforços.

E um dos sacrifícios que a gestante acaba fazendo é o do próprio corpo. O corpo passa a ser dedicado à criação do filho e tudo o que a mulher faz ou deixa de fazer é pensando no bem estar do bebê. Depois do parto, as mudanças são visíveis: o abdômen ficou maior e mais flácido, os seios vão perdendo a sustentação após a amamentação, o contorno do corpo já não é mais o mesmo.

Apesar de nada disso ser tão importante quanto o bem-estar e a saúde de quem amamos, a mudança na aparência incomoda as mulheres e baixa muito sua autoestima. Por causa disso, surgiu o Mommy Makeover, uma tendência no mundo das cirurgias plásticas.

 

MOMMY MAKEOVER

E então, você já ouviu falar em “Mommy Makeover”?
Esse é um termo em inglês, utilizado nos Estados Unidos, que numa tradução livre seria “Remodelamento da Mamãe”. É uma combinação de procedimentos cirúrgicos estéticos com o objetivo de restaurar a aparência que a mulher tinha antes da gravidez, focando principalmente nos seios e na barriga. É designado para reverter as mudanças físicas que ocorreram com a gestação e a idade.

O típico makeover inclui uma abdominoplastia (cirurgia do abdome), uma mamoplastia (cirurgia dos seios) como aumento, suspensão ou redução, lipoaspiração de coxas, braços e região das costas. O mais comum é tratar a flacidez dos seios e abdômen com a retirada da pele que ficou flácida, fazer a lipospiração nas gordurinhas localizadas e, por vezes, aumentar e remodelar os seios com próteses mamárias. São realizados geralmente após 2 anos da gestação, período que a paciente já não encontra-se mais amamentando.

QUAIS SÃO AS VANTAGENS?

A transformação das mamães traz muitas vantagens para a paciente. A primeira é a possibilidade de fazer as cirurgias em conjunto e passar por apenas uma internação e recuperação. Os cuidados pós-operatórios podem ser feitos ao mesmo tempo.

Além disso, há a questão da autoestima. Muitas mulheres passam a se ver muito mais como mães do que como mulheres, como se isso fosse algo com a qual deveriam se contentar. A transformação ajuda nessa questão, melhorando o corpo no que for possível e, às vezes, o tornando ainda mais atraente do que antes das gestações.

O apoio da família é muito importante nesse momento. A paciente precisará de muita ajuda na recuperação pós-operatória, porque não poderá fazer esforços. As tarefas da casa e o cuidado com os filhos deverão ser minimizadas ao máximo. É importante ter certeza desse suporte antes de decidir fazer a cirurgia. A família deve pensar no bem-estar da paciente, que já fez tantos sacrifícios e que agora precisa de apoio.

QUAIS SÃO AS DESVANTAGENS

– Se você já possui uma prótese de mama (antiga) deverá ser avaliada para a possibilidade de troca.
– Engravidar logo após o makeover irá comprometer o resultado.
– Ganho de peso após as cirurgias também comprometerá o resultado.
– Período de recuperação pós-operatória mais extenso e cuidados mais intensivos.

Cabe salientar que a segurança está sempre em primeiro plano. Logo, o planejamento cirúrgico minucioso, exames clínicos rigorosos e medidas de segurança operatória (respeito limite de tempo cirúrgico, ações anti-trombóticas, hospital adequado e etc) são essenciais para sua realização.

INDICAÇÃO

 

Recomenda-se que a abdominoplastia só pode ser feita após 6 meses do parto e a mamoplastia, 3 meses após o fim da amamentação. Os prazos devem ser respeitados para que a paciente recupere seu peso e normalize a carga hormonal.

Antes desse período a mulher ainda está sob a influência de hormônios e ,além do aspecto da mama ainda sofrer mudanças, há ainda o risco aumentado de problemas na coagulação.

 

COMO SABER SE VOCÊ É UMA BOA CANDIDATA?

Eu vou falar alguns aspectos aqui, mas em nenhum momento eles substituirão a sua consulta com um médico cirurgião plástico, ok?!
Você se torna uma candidata se A gestação tenha deixado em você algumas dessas características:

– Mamas caídas, seios desiguais, com perda de volume (vazios) e mamilos alargados;
– Seios ficaram tão grandes após a gravidez que estão fora de proporção com o restante do corpo, causando em alguns casos, alteração postural e dor nas costas;
– Abdome flácido e com marcas de estrias;
– Cintura alargou e perdeu a definição;
– Aspecto abaulado do abdome acima do umbigo, devido ao afastamento dos músculos abdominais no crescimento do útero;
– Acúmulo de gordura no quadril e coxas;
– Sinais de envelhecimento precoce da face e ao redor dos olhos;
Apresentando algumas dessas características, encontrando-se em boas condições de saúde, com postura positiva e expectativas realistas, então você é candidata para a cirurgia pós-gestacional.

QUAIS SÃO OS CUIDADOS?

Combinadas, as cirurgias não devem passar de 5 horas de duração, para não aumentar os riscos para a paciente.
É importante que a paciente esteja saudável e dentro do peso indicado para realizar a cirurgia.
A paciente deve operar somente quando tiver certeza de que não quer ficar grávida novamente.
A duração dos resultados dependerá do tipo de vida que a paciente leva, quais são seus hábitos alimentares e rotina de exercícios físicos. Antes mesmo de fazer a cirurgia, já é recomendado consultar um nutricionista para seguir uma boa dieta alimentar.
Mesmo que o papel de mãe seja insubstituível, é essencial que a mulher não se esqueça que antes de ser mãe, ela é uma mulher, que merece se sentir linda e plena em toda sua feminilidade.

 

Qual é o preço de uma cirurgia plástica?

Se você está procurando algum procedimento citado acima, ou outro, provavelmente, pode estar em dúvida sobre quanto custa uma cirurgia plástica. Saiba que essa é uma dúvida muito comum. Contudo, uma determinação do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) proíbe a divulgação de valores dos procedimentos.

A Resolução N º 1.836/2008, do CFM, foi publicada após práticas antiéticas serem identificadas. Ocorre que muitas empresas estavam anunciando na mídia os valores das cirurgias e oferecendo planos de financiamento. Com isso, acabavam promovendo as cirurgias de maneira indevida.

O valor da cirurgia você irá obter após passar por uma avaliação medica seja online ou presencial com o seu cirurgião plástico. Ele irá te explicar todo o proceder e quais são os riscos. não saia da sua consulta com alguma duvida. Essa é a hora de esclarecer todas!

 

Adicionar comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

pt_BRPortuguese